Curiosidades

25 Raças de cachorro mais perigosas do mundo [ O #13 é brasileiro ]

Há muitos fatores que desempenham um papel na atribuição de um nível de “perigo” para um cão, mas a maioria dos críticos e pesquisadores discordam sobre esses fatores. Consequentemente, é injusto rotular insensivelmente um cão como perigoso. As 25 raças de cães mais perigosos incide sobre o potencial de um cão para causar ferimentos graves a uma vítima. É importante notar, porém, que a maioria dos cães são criados com o desejo de agradar seus donos. Assim, a maioria dos incidentes envolvendo cães derivam de treinamento inadequado e maus tratos.

1. Tosa Inu

Tosa Inu - Um cão de combate
Tosa Inu – Um cão de combate

O Inu é um cão enorme, pesa de 58 a 90 kg, e pode atingir alturas de 60 a 80 centímetros. Originalmente criado para ser um cão de combate, ele é considerado perigoso e legalmente restrito em alguns países.

2. American Bandogge

American Bandogge
American Bandogge

Este cão incrivelmente forte é resultado do cruzamento entre o American Pit Bull Terrier e o Mastiff  Napolitano. Apesar de seu aspecto muscular, o cão não foi originalmente criado para o combate. No entanto, alguns têm usado como cão de combate.

3. Cane Corso

Cane Corso
Cane Corso

O Cane Corso é um cão bem musculoso que pode pesar entre 44-68 kg. A raça é conhecida como o verdadeiro e o último dos Mastiffs , descendente dos Canis Pugnax, que eram cães utilizados pelos romanos na guerra.

4. Bull Terrier

Bull Terrier
Bull Terrier

Conhecido por suas grandes cabeças em forma de ovo, Bull Terriers são cães muito fortes. Apesar de não ser particularmente agressivo, a raça é conhecida por ter um “drive de caça” forte que faz com que o Bull Terrier seja um cão perigoso para com os animais menores.

5. Rhodesian Ridgeback

Rhodesian Ridgeback
Rhodesian Ridgeback

Originalmente da África do Sul; este cão é conhecido por sua capacidade de manter os leões longe da presa, enquanto o líder da matilha faz a matança. Este cão de caça ridged semi-domesticada é leal e inteligente, mas é muito arredio a estranhos. Eles também exigem recompensa e treinamento positivos e possuem bons níveis de socialização.

6. Dogo Argentino

Dogo Argentino
Dogo Argentino

O Dogo Argentino é um cão branco de grande musculatura, que foi desenvolvido na Argentina, principalmente para fins de caça, incluindo javali e puma. Embora extremamente forte e atlético, o Dogo foi criado para ser não-agressivo para com os seres humanos.No entanto, é ilegal possuir um Dogo no Reino.

7. Boer Boel

Boer Boel - O cão protetor
Boer Boel – O cão protetor

O Boer Boel é uma  raça de cão mastiff da África do Sul, que foi criado com a finalidade de proteger uma casa ou fazenda. Estes cães eram muitas vezes uma primeira linha de defesa contra predadores. Boels são leais e muito protetores de suas famílias.

8. Gull Dong

Gull Dong - Cão de combate
Gull Dong – Cão de combate

O Gull Dong (também conhecido como o Bull Dog paquistanês) é uma raça cruzada entre o Gull Tarrier e o Bully Kutta. Extremamente forte e poderoso, o Dong foi especificamente criado como um cão de combate e é conhecido por ser muito agressivo e de difícil controle.

9. Basenji

Basenji
Basenji

A raça do cão de caça que se originou na África Central, eles foram classificados como um cão apontador. Eles exibem o estado de alerta, a curiosidade e afeto, embora eles sejam reservados com estranhos. Eles são o segundo menos treinável de todos os tipos de raças.

10. São Bernardo

São Bernardo
São Bernardo

O São Bernardo é uma raça de grande porte  que se originou nos Alpes suíços e italianos. Originalmente criado como um cão de salvamento, eles têm se tornado famosos por conta de seu tamanho gigantesco e habilidades em missões  de resgate. No entanto, assim como com outros cães muito grandes, eles devem ser treinados para ser sociáveis com estranhos e outros cães durante a sua infância, a fim de prevenir o comportamento territorial agressivo.

11. Buldogue Americano

Buldogue Americano
Buldogue Americano

O buldogue americano é um cão musculoso. Embora eles sejam conhecidos por seu comportamento agradável e amigável, eles também podem apresentar a característica de “teimosia”, como eles são extremamente confiantes. Originalmente esta raça foi criada como um cão de fazenda que poderia pegar e manter javalis e gado, matar animais nocivos, e proteger a propriedade.

12. Great Dane (Dogue Alemão)

Great Dane
Great Dane

Também conhecido como Mastiff alemão ou o cão dinamarquês, esta raça de cão doméstico é famoso por seu enorme tamanho. Esta raça detém o recorde de cão mais alto do mundo com 111 cm e foi originalmente criado para caçar javalis e veados na Alemanha.

13. Fila Brasileiro

Fila Brasileiro
Fila Brasileiro

O Fila brasileiro também conhecido como o Mastiff brasileiro é um cão de grande porte desenvolvido no Brasil. Ele tem grandes habilidades de rastreamento, mas é um cão agressivo e impetuoso. Devido ao seu tamanho, temperamento e potencial de agressão, o Fila brasileiro tem sido proibido em muitos países.

14. Dogue Canario

Dogue Canário
Dogue Canário

O Dogue Canario, ou Presa Canario, é um grande cão que foi produzido originalmente para o trabalho com gado. O nome da raça é espanhol e que significa “cão de captura das Canárias”. Para o uso doméstico, a raça exige adestramento com socialização precoce e formação de obediência. Em algumas situações, o Presa pode ser agressivo com outros cães e desconfiado com estranhos.

15. Akita Inu

Akita Inu
Akita Inu

A raça  se originou nas regiões montanhosas do Japão, é conhecido por seus dois tipos de raças: o Akita Inu (Akita Japonês) e o Akita (Akita americano). raça forte, independente e dominante, eles são afetuosos com os familiares, mas são distante com estranhos devido à sua atitude territorial.

16. Boxer

Boxer
Boxer

Embora não sejam  agressivos por natureza, eles são listados nos 25 cachorros mais perigosos  devido a 48 incidentes negativos envolvendo a raça de 1982 a 2012. Originário da Alemanha, podem pesar de 22 a 31 kg, sua personalidade brilhante, brincalhona e energética é contrariada pela sua característica ‘teimosa’.

17. Lobo Híbrido (Cão-Lobo)

Lobo Híbrido
Lobo Híbrido

Como o nome indica, o Lobo Híbrido também conhecido como cão-lobo é uma raça resultante do cruzamento entre um cachorro e um lobo (tipicamente um lobo cinzento). Consequentemente, os híbridos cão-lobo são uma mistura de traços genéticos que resultam em padrões de comportamento menos previsíveis em comparação tanto com o lobo ou um cão.

18. Chow Chow

Chow Chow
Chow Chow

Embora eles pareçam ser distantes e independentes, esta raça de cães requer atenção firme de seus proprietários, se não quer que eles cresçam agressivos e mal-criados. Originário da China, pode ser conhecido também como Songshi Quan ou “cão leão-empolado”. Este cão tem habilidades de discernimento contra estranhos e pode ser um feroz protetor de seus proprietários. Considere como cãe de alto risco, eles são considerados como “inaceitáveis” e podem requerer um seguro devido a 238 mortes de mordidas de cães no período de 1979 a 1998. Embora eles possam ser alojados em apartamentos, eles precisam de atividades físicas diárias e exercícios de modo a não se tornar perigosos como animais de estimação.

19. Doberman Pinscher

Doberman
Doberman

Famoso por sua atenção, lealdade e inteligência, esta raça de cães é considerado o melhor cão de guarda onde eles só atacam se forem provocadas ou sentir que a sua família e sua propriedade está em perigo. A raça de cão doméstico se originou na Alemanha, em 1890, desenvolvido por Karl Friedrich Louis Doberman, daí o nome; que pode pesar de 29 a 31 kg. Embora uma vez usado como cão de guarda ou cães policiais, eles também apresentam comportamento agressivo dirigido a estranhos e outros cães, embora a agressão dirigida ao proprietário é baixa. Sua agressividade devido ao seu tamanho e força também pode torná-lo potencialmente perigoso.

20. Husky Siberiano

Husky Siberiado
Husky Siberiado

Usado para puxar trenós nas regiões do norte e diferenciado para o seu estilo de puxar rápido , eles também foram utilizados para corridas de cães de trenó e para trekking de aventura. No entanto, eles podem ser perigosos para os animais menores, devido ao seu forte instinto predador e são conhecidos por serem destrutivos caso estejam entediados.

21. Malamute-do-Alasca

Malamute-do-Alasca

Parente do Husky Siberiano, esta raça exige exercícios diários para ser feliz, ou se tornarão aborrecidos, desobedientes e destrutivos. Esta grande raça de cachorro doméstico é um companheiro perfeito para atividades ao ar livre. Conhecidos por sua forte independência, eles podem ser difíceis de treinar, lidar mal com os animais menores, e não são confiáveis como cães de guarda.

22. Rottweiler

Rottweiler
Rottweiler

Rottweilers são uma raça poderosa, com genética pastoreio bem desenvolvido e instintos de guarda. Como acontece com qualquer raça, o comportamento potencialmente perigoso dos Rottweilers geralmente é resultado de uma criação irresponsável, violência, negligência ou falta de socialização e adestramento. No entanto, a força do Rottweiler é algo que não deve ser menosprezada.

23. Pastor Alemão

Pastor Alemão
Pastor Alemão

Uma raça de cães que se originou da Alemanha, o Pastor Alemão pode pesar entre 31 a 45 kg. Conhecido por ser inteligente, confiante, alerta, vigilante, e sem medo; são usados pela  polícia  para suas unidades K-9. No entanto, o cuidado deve ser tomado com os pastores alemães, pois eles podem se tornar superprotetores de sua família e do seu território, e se não socializado corretamente; pode levar a ataques.

24. Pit Bull

Pit Bull
Pit Bull

O termo “pit bull” abrange certas raças de cães da American Pit Bull Terrier, o Staffordshire bull terrier, o terrier de Staffordshire americano, e o buldogue americano. Originalmente criados para trabalharem com touros, a maioria de suas raças também foram utilizadas para lutas de cão em várias partes do mundo. É considerado como o cão mais perigoso da América.

25. Pastor Caucasiano

Pastor Caucasiano
Pastor Caucasiano

O Pastor Caucasiano (Caucasian Ovcharka), foi criado para proteger os animais. É um cão assertivo, de temperamento forte e corajoso. No entanto, a menos que devidamente socializados e treinados, o Pastor Caucasiano pode apresentar tendências ferozes e incontroláveis, uma vez que não aceita pessoas que não conhece e tem um poderoso impulso para defesa. Foi o cachorro preferido do ditador Josef Stálin e também utilizado como guarda nas fronteiras da Alemanha. Por sua incrível força, tamanho, coragem e por vezes, se tornar incontrolável (principalmente quando estranhos “visitam” seu território) o Pastor Caucasiano leva o título de cachorro mais perigoso do mundo.

Gostou do artigo, encontrou algum erro ou quer dar uma sugestão? Deixe seu comentário :)