Curiosidades

Estação Chinesa Tiangong-1 Colidirá com a Terra na Páscoa

A Tiangong-1 ou Paraíso Celeste, foi lançada ao espaço no ano de 2011 como um teste para futuras instalações da China no universo.

Mas essa estação chinesa acabou perdendo o contato com a Terra em 2016, deixando as agências espaciais em alerta.

De acordo com novas informações da Agência Espacial Italiana, ou ASI, a Tiangong-1 deve reentrar na atmosfera no domingo de páscoa, por volta das 6h25min.

Esta previsão da ASI se tornou um dos assuntos mais comentados da internet nos últimos dias.

Provocando uma espécie de pânico na população mundial.

Tiangong-1 pesa aproximadamente 8,5 toneladas e possui 10,4 metros de comprimento e 3,4 metros de largura.

Acredita-se que a maior parte da estação espacial chinesa seja destruída no momento do impacto com a atmosfera terrestre.

Restando apenas alguns fragmentos, que provavelmente atingiram principalmente a Itália, mais especificamente o sul de Emília-Romana.

O representante do Departamento de Proteção Civil falou sobre a possibilidade dos destroços atingir o território italiano:

“Temos janelas temporais muito limitadas, portanto, se as últimas análises confirmarem a possibilidade de que fragmentos do satélite possam afetar nosso país, teremos a obrigação de informar os cidadãos da maneira mais clara possível”

Outros fragmentos da Tiangong-1 estão previstos para atingir também o Brasil, o continente asiático e também o africano.

Tiangong-1 – Estação Chinesa

Apesar do susto inicial, a colisão da estação espacial chinesa não representa grande perigo aos humanos.

De acordo com a empresa Aerospace Corporation a probabilidade de um dos fragmentos da Tiangong-1 atingir um ser humano é de uma em um bilhão.

Ou seja, é mais fácil uma pessoa ganhar na loteria do que ser atingida por um dos fragmentos da Tiangong-1.

Por cerca de 70% do Planeta Terra ser coberto por água, acredita-se que a maior parte dos destroços atinjam os mares e oceanos.

Minimizando a possibilidade de um dos fragmentos atingirem o solo terrestre.

 

Gostou do artigo, encontrou algum erro ou quer dar uma sugestão? Deixe seu comentário :)