Curiosidades

Os primeiros seres do planeta terra – Você sabe a que velocidade corria os dinossauros?

Os dinossauros são sem sombra de dúvidas os seres mais fascinantes e curiosos que já existiu na história do Planeta Terra.

O Planeta Terra possui aproximadamente 4,6 bilhões de anos, e as primeiras formas de vida surgiram no mar há cerca de 3,8 bilhões de anos.

Existem registros históricos com manchas microscópicas de organismos semelhantes às bactérias.

Em outros estratos foram encontrados fósseis circulares de estromatolites, com aproximadamente 3,5 bilhões de anos.

As estromatolites são uma espécie de alga que habitavam os mares quentes e rasos.

Mas foi somente há 400 milhões de anos que os primeiros seres se desenvolveram no Planeta Terra.

Veja algumas curiosidades sobre os primeiros seres que existiram na Terra.

O que é uma amonite?

A amonite é uma espécie de molusco extinta que possuía uma concha dura e resistente.

Elas são facilmente encontradas em rochas da época dos dinossauros, de aproximadamente 200 e 64 milhões de anos atrás.

Alguns dinossauros comiam flores?

Acredita-se que muitos dinossauros herbívoros alimentavam-se de flores.

Principalmente com as magnólias, uma flor com cerca de 100 milhões de anos, que até os dias de hoje são facilmente encontradas.

A que velocidade corria os dinossauros?

Devido ao seu tamanho colossal, é comum acharmos que os dinossauros eram desajeitados e lentos.

Como no caso do iguanodonte, que certamente era um dos mais lentos e alcançava uma velocidade de 1,5 Km/h.

Mas estudos comprovam que alguns deles conseguiam ser bem agéis.

Porém, algumas espécies menores e mais leves conseguiam alcançar uma velocidade de até 40 Km/h.

Quando surgiram os tubarões?

Estudos revelam que os tubarões surgiram cerca de 200 milhões de anos antes dos dinossauros.

Isso equivale há aproximadamente 400 milhões de anos atrás.

Os restos mortais destes tubarões ficaram preservados no fundo dos oceanos.

Um dos tubarões mais populares da pré-história certamente foi o megalodon, que até os dias de hoje desperta muita curiosidade em especialistas.

Gostou do artigo, encontrou algum erro ou quer dar uma sugestão? Deixe seu comentário :)