negócios eletrônicos
Dicas

Negócios eletrônicos e marketing de produto

O cenário econômico sofreu intensas mudanças nas últimas décadas.

O capitalismo está passando por uma notável reestruturação.

Alguns especialistas apoiam a ideia de que o conhecimento leva ao desenvolvimento da tecnologia.

Este desenvolvimento por sua vez gera uma transformação do cenário econômico, acarretando desta maneira mudanças políticas e sociais.

As principais características das mudanças ocorridas na atualidade são: rapidez, agilidade e amplitude.

Contemporaneamente, somos a civilização do conhecimento e também da informação, sob uma nova perspectiva do mundo.

A internet possibilita a conexão de milhares de redes distintas em mais de 200 países em todo o mundo. Ela ainda possui um papel fundamental no desenvolvimento dos negócios eletrônicos.
A internet possibilita a conexão de milhares de redes distintas em mais de 200 países em todo o mundo.
Ela ainda possui um papel fundamental no desenvolvimento dos negócios eletrônicos.

Com o avanço da economia global, surgiu a economia digital.

A economia digital é caracterizada pela informação digital, com tráfego através das redes, ligado a produtos e serviços, reduzido a bits armazenados em computadores.

O avanço tecnológico produz um grande impacto na economia mundial.

Neste contexto nasceu as chamadas empresas digitais, representadas pelas organizações que possuem seus relacionamentos com o cliente, parceiros, fornecedores e colaboradores mediados digitalmente.

As redes digitais são uma das principais ferramentas das empresas digitais.

Redes digitais
Redes digitais

De um modo geral, produto pode ser caracterizado como sendo tudo o que pode ser vendido ao mercado, com o intuito de satisfazer as necessidades do público.

De um ponto de vista alternativo, produto é tudo aquilo que foi produzido, ou ainda, o resultado de uma produção.

Além das definições citadas anteriormente, produto também pode ser definido como um bem físico, um serviço ou a junção de ambos.

negócios eletrônicos

Três aspectos definem as diferenças nos produtos ou serviços, sendo eles:

  • Durabilidade
  • Tangibilidade
  • Uso

A distinção entre esses três fatores definem qual a melhor estratégia de marketing a ser utilizada.

Tangibilidade pode ser definida como sendo aquilo que pode ser tocado ou encostado.

Tradicionalmente existe a definição de que produto é um bem tangível enquanto serviço é um bem intangível.

Em alguns casos isolados, as duas situações citadas anteriormente estão presentes no mesmo produto.

De acordo com o programa 4 Os, um serviço também é um produto.

Você já ouviu falar de produtos de consumo e produtos industriais?

Veja abaixo a definição de ambos:

Produtos de consumo: Com foco no consumidor final.

Produto industrial: Usados durante o processo de fabricação de outros produtos.

negócios eletrônicos

A composição de um produto

Os elementos que constituem um produto são:

  • Marca
  • Rótulo
  • Qualidade
  • Variedade
  • Embalagem
  • Devolução
  • Garantia
  • Serviços agregados
  • Dimensão
  • projeto

Durante a elaboração de um novo produto, todos os elementos citadas acima devem ser meticulosamente planejados.

Segundo a AMA, marca é: um nome, termo, sinal, símbolo ou combinações dos mesmos, que têm o propósito de identificar bens ou serviços de um vendedor ou grupo de vendedores e de diferencia-los de concorrentes.

A marca nasceu da necessidade de identificação, como sinal de propriedade, com estratégias de marketing inclusas em seu processo, gerando diferencial que adicionam valor ao produto final.

No cenário atual a marca engloba fatores econômicos, culturais e sociais.

Em relação à marca, considere os seguintes termos legais:

Marca registrada: Que adiciona termos, palavras ou símbolos devidamente registrados para a utilização exclusiva de uma organização.

Marca de serviço: Apresenta as mesmas características da marca registrada, porém refere-se à oferta de serviço.

Para o mix de marketing, a marca apresenta quatro funções, sendo elas:

  • Propriedade
  • Origem
  • Organização
  • Divulgação

negócios eletrônicos

As marcas por sua vez são divididas em seis categorias, que serão explicadas a seguir.

Marca de fabricante: Refere-se à marca produzida para sinalizar o produto de algum fabricante.

Exemplo: Nestlé

Marca de revendedor ou privada: Referem-se aquelas que permanecem entre o produtor e o consumidor final.

Exemplo: Supermercado Extra

Marca de família: De uma forma resumida, são marcas com nomes, usadas em linhas de produtos.

Exemplo: Dove

Marca licenciada: É uma ramificação da marca de família, consiste na concessão do uso de uma marca de sucesso, através do pagamento de uma taxa com valor pré-estabelecido.

Marca individual: Algumas organizações preferem atribuir nomes diferentes para cada produto que produzem. Assegurando desta maneira a autenticidade de cada mercadoria.

Normalmente as organizações optam por uma marca individual para estabelecer a diferença entre os produtos, a fim de evitar confusões.

Exemplo: Biscoito Recheado Bono

Marca de extensão de linha: É utilizada não ocasião em que uma organização faz o uso de uma marca já existente para o lançamento de uma nova mercadoria de extensão de sua linha.

Exemplo: Motorola

negócios eletrônicos

O marketing é o ponto chave da marca, sendo imprescindível para o seu sucesso.

Para uma boa estratégia de marketing, a gestão de pessoas é de extrema importância, sendo um aspecto importante para a glória da marca.

Manter-se motivado também é muito importante e está agregado em todo o processo organizacional.

Confira sete dicas exclusivas para somar bons resultados em seus projetos e tarefas.

mulher de negócios bem sucedida

  1. Mantenha o foco

Trace e alcance uma meta de trabalho.

Defina claramente quais são suas prioridades profissionais e pessoais.

Faça um planejamento diário de suas tarefas.

Vença diariamente seus medos e receios, seja você o responsável pelo seu sucesso e glória.

Não desanime durante o percurso, faça das dificuldades uma oportunidade de aprendizado e amadurecimento pessoal.

  1. Estabeleça prioridades

Mantenha sua missão em mente e execute o que é mais importante primeiro.

Seja visionário, mas não tire seus pés do chão.

Não deixe que o desespero te domine, mantenha o controle de seus pensamentos.

  1. Seja otimista

Seja o condutor do seu destino, não atribua a ninguém a culpa pelo seu fracasso ou sucesso.

A maturidade é um aspecto importante no comportamento humano.

Seja maduro o suficiente para se responsabilizar por seus erros e acertos, glórias e perdas.

Tire uma lição de cada obstáculo superado.

Tenha em mente que sua postura reflete no seu desempenho profissional, por isso mantenha-se diariamente otimista.

negócios eletrônicos

  1. Ame a si mesmo

Preocupe-se rotineiramente com seu bem estar, e repare nos sinais que o corpo nos dá, informando que algo não vai bem.

Ocasionalmente faça uma visita ao médico e assegure que tudo está em ordem.

Faça o desenvolvimento de sua inteligência intrapessoal, conheça a fundo seus desejos e traços, saiba o que verdadeiramente lhe proporciona felicidade.

  1. Faça a melhor escolha

Procure resolver seus problemas de cabeça fria e calmo, a raiva sempre nos leva à péssimas escolhas.

Pense no seu bem estar e também no bem das pessoas a sua volta ao tomar uma decisão. Tenha certeza de estar fazendo a melhor escolha.

A vida do homem é contingente, pelo fato de que ela não está pronta, assim, somos os escritores da nossa biografia.

Tenha orgulho de suas ações, mantendo em mente seus objetivos e valores.

  1. Trabalhe em equipe

Associe seus pontos fortes às forças de outras pessoas.

Dê valor à opinião de outras pessoas, mesmo que você tenha um ponto de vista distinto.

Busque o equilíbrio no relacionamento com as pessoas.

negócios eletrônicos

  1. Exponha sua opinião

Saber a hora correta de falar e ouvir é uma bela qualidade na postura social.

Esteja aberto a novos conhecimentos e descobertas.

Faça a interpretação correta das informações recebidas.

Exponha educadamente seu ponto de vista para as pessoas, a comunicação é a chave de um bom relacionamento profissional e pessoal.

negócios eletrônicos

Internet

A internet teve início no final do século passado, e desde então está em constante e profundo processo de evolução.

O impacto da internet no cenário atual é simplesmente avassalador e inegável.

A internet é a mais célebre entre as novas tecnologias de informação e comunicação.

negócios eletrônicos

O telefone levou cerca de 74 anos para alcançar a marca de 50 milhões de usuários.

A internet levou somente 4 anos para atingir este número.

Confira uma comparação entre o tempo que os meios de comunicação levaram para alcançar 50 milhões de usuários.

  • Internet: 4 anos
  • Telefone celular: 5 anos
  • Computador: 16 anos
  • Televisão: 13 anos
  • Rádio: 38 anos

O avanço tecnológico possui um papel importantíssimo no progresso da internet, com ênfase no aperfeiçoamento da informática e das telecomunicações ao longo dos últimos anos.

A internet possibilita a conexão de milhares de redes distintas em mais de 200 países em todo o mundo.

Ela ainda possui um papel fundamental no desenvolvimento dos negócios eletrônicos.

O desenvolvimento da tecnologia da informação revolucionou o modo como as organizações atuam e o relacionamento com os clientes.

negócios eletrônicos

Empresas dos mais variados ramos estão sendo inseridas em empreendimentos de e-business, ou negócios eletrônicos.

E-business é um termo de origem inglesa derivada de Electronic Business, cuja tradução é negócios eletrônicos. É usada para identificar os negócios realizados por meios eletrônicos.

Atualmente os e-business está em alta, e seu surgimento está diretamente ligado ao nascimento e desenvolvimento da internet.

Classificações dos Negócios Eletrônicos

Business-to-consumer

Engloba dois agentes, sendo eles: empresas e consumidores. Essa modalidade de negócio eletrônico é realiza entre a empresa prestadora do serviço ou produto e o consumidor.

Consumer-to-business

Essa modalidade de relacionamento eletrônico engloba os seguintes agentes: clientes e empresas ou consumidores. No consumer-to-business quem oferece um produto ou serviço é também um cliente, deste modo a relação tem início com o consumidor.

De empresa para empresa

Neste negócio eletrônico os dois agentes envolvidos na negociação são empresas. O business-to-business está em ascensão, sendo um dos ramos que mais cresce na atualidade.

Business-to-government

Este ramo de relacionamento eletrônico acontece através de empresas e entidades governamentais. Aquele que oferece o produto ou serviço, no caso, é uma empresa e aquele que adquire o produto é uma entidade governamental.

Governo-to-business

Basicamente o government-to-business é o contrário do business-to-government. Neste ramo de negócio eletrônico quem oferece o produto ou serviço é uma instituição governamental, e aquele que adquire é uma empresa.

Gostou do artigo, encontrou algum erro ou quer dar uma sugestão? Deixe seu comentário :)