Política

Jair Bolsonaro Comenta Condenação do ex-presidente Lula

Jair Bolsonaro é um político do Brasil e militar da reserva. Ele nasceu em Campinas, no estado de São Paulo, no dia 21 de março de 1955.

Atualmente Jair Bolsonaro é um dos mais cotados para assumir a presidência do Brasil.

Bolsonaro é assumidamente um defensor da ditadura militar, que teve seu fim proclamado por Tancredo Neves no ano de 1985.

Tancredo Neves colocou um ponto final no regime militar que durou 21 anos.

Este período foi marcado por censura, mortes sangrentas e muita dor e sofrimento.

Gerando marcas profundas na história do nosso país.

Mesmo com todas o sofrimento provocado pela ditadura militar, muitos brasileiros estão apoiando as ideias extremistas de Jair Bolsonaro.

Mas enfim… Recentemente Jair Bolsonaro comentou a condenação do ex-presidente Lula:

“Mais um dia histórico para todos nós. Eu costumo dizer que tão importante quanto você combater a corrupção é você combater o socialismo, e evitar que o Brasil chegue a um ponto tal que não dê para retornar mais. Ouso dizer que, se Dilma tivesse continuado, acho que dificilmente fugiríamos de um regime como está a Venezuela e como está entrando a Bolívia de Evo Morales agora”

Jair Bolsonaro

É engraçado ver Jair Bolsonaro falar sobre corrupção.

Talvez ele também queira comentar sobre os R$200 mil que Joesley Batista afirma que transferiu para ele na sua campanha eleitoral em 2014.

Ainda sobre a condenação do ex-presidente Lula, que realmente foi uma vitória para o povo brasileira, Bolsonaro Prosseguiu:

“Hoje foi mais uma encruzilhada, um ponto marcante, um dia histórico, no nosso Brasil, a condenação do Lula em segunda instância, e o que é mais importante, por unanimidade, o que dificulta uma possível tentativa dele para eleição.

O que nós queremos é o PT fora de combate, e não é querer por querer, é porque fizeram besteira demais. Pra mim, mais ou tão grave quanto a corrupção, é a questão ideológica. Acho que o Brasil ganha com o Lula fora de combate. Ele apontam aqui o Jacques Wagner como possível candidato deles, o Haddad em São Paulo, o Celso Amorim… É uma piada, né? O ex-ministro Celso Amorim é um fanfarrão, uma piada, pra baixo e pra cima com o Lula. Esse mesmo Celso Amorim, quando o Evo Morales tomou nossa refinaria lá na Bolívia, ele disse que o Evo estava certo, que o Brasil estava tendo um comportamento imperialista, e a refinaria era deles e ponto final. Olha a consequência. Olha o preço do gás”

Gostou do artigo, encontrou algum erro ou quer dar uma sugestão? Deixe seu comentário :)