Saúde

Entenda o que é a ansiedade social e como ela afeta seu bem estar

A ansiedade social é um distúrbio psicológico que afeta milhares de pessoas em todo o mundo, e seus efeitos são devastadores na vida do indivíduo afetado.

Levando-o a um estado de isolamento extremo.

Não se sabe ao certo quais são as causas que levam uma pessoa a desenvolver a ansiedade social, o que torna esse problema ainda mais grave.

De uma forma resumida, a ansiedade social é caracterizada pela fobia ou medo da interação com outros indivíduos.

Ela pode se manifestar de forma branda ou acentuada, variando de acordo com os sintomas apresentados por cada pessoa.

Ansiedade Social

Esse distúrbio psicológico abrange pontos complexos, o que o torna incompreensível para algumas pessoas.

Dentre os sintomas mais comuns estão:

  • Suor excessivo
  • Mal estar
  • Dores de cabeça
  • Enjoos e náuseas
  • Desconforto
  • Palpitações
  • Irritações na pela

É importante compreender que os sintomas citados anteriormente acometem alguns indivíduos quando os mesmos são expostos a situações de cunho social.

Historicamente o ser humano desenvolveu-se em sociedade e sua evolução talvez não tivesse ocorrido se fossemos criaturas solitárias.

Porém, devido às grandes mudanças ocorridas ao longo dos anos, e também em partes devido ao avanço tecnológico, estamos nos tornando cada vez mais mesquinhos e egoístas.

Tornando a interação social uma questão demasiadamente complicada para alguns indivíduos.

Para algumas pessoas, interagir com outros seres humanos é uma tarefa realmente complicada.

E nestes casos, a solidão torna-se a melhor companhia.

O fato é que aqueles que sofrem com a ansiedade social sentem a real necessidade de manterem sua privacidade e isolamento.

Seja por motivos morais, éticos ou pessoais.

Tratamento

Atualmente existem inúmeras técnicas e terapias especialmente desenvolvidas para auxiliar pessoas que sofrem com este mal.

Algumas das opções são:

  • Terapia em grupo
  • Musicoterapia
  • Técnicas de relaxamento e meditação

É imprescindível que o indivíduo afetado procure auxilio de profissionais e também de seus familiares para superar este problema.

Gostou do artigo, encontrou algum erro ou quer dar uma sugestão? Deixe seu comentário :)