Dicas

17 maneiras de proteger sua senha e dados em redes WiFi públicas [ Você precisa saber a #3]

WiFi grátis – Se você está em sua cafeteria favorita ou outro espaço público – Isso pode parecer um paraíso em nosso mundo interconectado. Mas existem grandes perigos ao usar redes Wi-Fi públicas, perigos que podem comprometer seus dados e dar aos hackers acesso às suas informações. A maioria das pessoas nem sequer sabe que foram invadidas até que seja tarde.

Uma vez que o hacker tenha entrado em suas contas bancárias ou tenha mudado a senha do seu e-mail e outras. Ao usar uma rede WiFi pública sempre há  riscos de segurança, há uma grande quantidade de passos que você pode tomar para se proteger contra visitantes indesejados (hackers).

Descubra alguns dos perigos e como atenuá-los.

1. Aplicativos móveis não são tão seguros

Aplicativo Móvel
Aplicativo Móvel

Como a maioria das pessoas acessam sites importantes em um laptop ou desktop, as empresas de sites têm trabalhado na integração de criptografia e outras proteções neles em primeiro lugar. Assim, aplicativos móveis pode não ter a mesma quantidade de proteções.

2. Nunca use um aplicativo móvel para transações sensíveis em uma rede WiFi pública

Muitas aplicações móveis não são tão seguras como páginas da web, se tiver de realizar operações sensíveis (como a verificação de sua conta bancária), enquanto conectado em uma rede WiFi pública, abra um navegador e use o site móvel da empresa, ou use a conexão de dados do telefone (3G)).

3. Usar o Wi-Fi público para comprar qualquer coisa ou gerenciar suas finanças é arriscado

Os seus detalhes de cartão de crédito em um compra on-line ou o os detalhes de login da sua conta bancária estão em grande risco em qualquer rede WiFi pública. Independentemente de seus próprios programas de segurança, evite a transmissão de tal dados sensíveis quando estiver usando uma rede WiFi pública.

4. Use redes com métodos de criptografia fortes

Método de Criptografia
Método de Criptografia

WEP e WPA são duas das técnicas de criptografia mais comuns em redes WiFi. Se você está lidando com dados realmente importantes, opte por usar uma rede com WPA2, que é uma das mais fortes técnicas de criptografia no mercado.

5. Se conectar automaticamente em redes públicas é perigoso

Alguns smartphones tem a opção de se conectar automaticamente ao abrir redes Wi-Fi, reduzindo o uso de plano de dados. Mas isso é muito perigoso. Você pode caminhar por aí e seu telefone se conectar automaticamente em uma rede mesmo sem você saber – abrindo caminho para o roubo das suas informações por hackers.

6. Use uma VPN

A VPN (Virtual Private Network) criptografa seus dados quando você está conectado à internet. Cifrando – transforma as suas informações em código – tornando quase impossível para que um hacker mal intencionado acesse seus dados, uma vez que encobre as suas informações.

7. Outra vantagem da VPN

Além mantê-lo mais seguro, enquanto usa redes Wi-Fi públicas, ao usar uma VPN  você também pode acessar qualquer site que esteja bloqueado na rede. A VPN foi muito usada no Brasil para acessar o Whatsapp quando este foi temporariamente bloqueado no país.

8. Provedores WiFi desonestos

Provedor WiFi
Provedor WiFi

Um grande perigo de usar uma rede Wi-Fi pública é o provedor de Wi-Fi. Embora a maioria dos provedores sejam confiáveis, se você não confia no proprietário – não use-o. Assim como os ladrões podem puxar os detalhes do cartão de banco em um caixa eletrônico ao inserir um leitor especial, os provedores WiFi desonestos podem roubar suas informações e vendê-las para hackers.

9. Sites HTTPS são mais seguros

Site HTTPS
Site HTTPS

Abreviação de “Hyper Text Transfer Protocol Secure”, HTTPS (o pequeno cadeado ao lado da URL de um site na barra de endereços) significa que os proprietários têm adicionado uma camada extra de proteção. A maioria dos grandes sites irá incluir esse recurso que reduz o perigo de acessá-lo em Wi-Fi público, mas não  o elimina. Tente usar apenas sites HTTPS quando não estiver em uma rede segura.

10 . Método de autenticação de duas etapas é mais seguro

Você provavelmente já foi solicitado pelo Gmail, Twitter, ou outra conta, se você gostaria de usar autenticação de dois fatores (ou de duas etapas). É uma medida mais segura. Se um hacker obter sua senha enquanto você estiver em uma rede WiFi pública,  ao usar a autenticação de dois passos você terá uma camada extra de proteção contra o acesso às suas contas.

11. Nunca selecione uma rede doméstica

Depois de se conectar a uma rede Wi-Fi, o seu computador, muitas vezes, pergunta se você quer ser capaz de compartilhar arquivos com outros usuários, tornando-se útil em uma rede de casa ou empresa. Enquanto isto é útil para essas redes, ao usar isto em uma rede pública é como deixar sua porta aberta; com um cartaz anunciando que todos podem entrar e pegar o que quiserem.

12. Forçar o navegador para criptografar

Complementos de navegador, tais como Force-TLS e HTTPS-Everywhere – são gratuitos e podem ajudar na proteção em Wi-Fi público. Esses complementos forçam o navegador a criptografar sites populares que de outra forma não podem ser criptografados. Não vai funcionar em todos os locais – olhar para o HTTPS na barra de endereços para ter certeza.

13. Use um firewall

Firewall
Firewall

A maioria dos sistemas operacionais de laptops ou notebooks vem com um firewall instalado. Uma barreira à intrusão externa, um firewall adiciona uma camada extra de segurança ao dispositivo, que o mantém seguro enquanto estiver conectado. Certifique-se de mantê-lo ligado e atualizado!

14. Tenha um software antivírus instalado

Isso é desnecessário dizer, mas nos dias de hoje, é extremamente importante ter um bom software antivírus ou programa de segurança. Trojans e vírus ficaram famosos nos primórdios da internet e não foram embora. Use um antivírus para reforçar a segurança do seu computador. (Por segurança, faça regularmente backup dos seus arquivos importantes para a nuvem ou um disco rígido externo)

15. Atualize navegadores antigos

Empresas sempre lançam atualizações para seus navegadores (Chrome, Firefox, etc.) para consertar os erros e corrigir falhas de segurança que hackers podem explorar. Mantenha-se mais seguro em redes WiFi públicas, mantendo o seu navegador atualizado com a versão mais recente.

16. Atualize sistemas operacionais antigos, também

Como as empresas (por exemplo, Microsoft, Google, Apple) que constroem sistemas operacionais (OS) publicam uma lista de erros. Uma vez que são descobertos, é fácil  para um hacker  explorar um deles se o seu sistema operacional não estiver atualizado. Eles só precisam  descobrir o seu sistema operacional através de sua conexão WiFi e puxar um ataque padrão através de suas ferramentas.

17. Conclusão

Para finalizar, use apenas conexões Wi-Fi protegidas com WPA (WPA2 é melhor), só visitar sites seguros (https), não realizar atividades sensíveis, tais como serviços bancários, enquanto estiver em uma rede Wi-Fi pública; apenas conectar-se a uma rede se você absolutamente sabe como usá-la; use um programa de firewall e segurança; não se conectar automaticamente a redes públicas; evite aplicativos móveis ao utilizar WiFi pública; atualize seus sistemas operacionais;  usar a autenticação de dois fatores sempre que for possível;  usar uma conexão VPN sempre em WiFi pública. 

Gostou do artigo, encontrou algum erro ou quer dar uma sugestão? Deixe seu comentário :)