Futebol

A História por detrás da eterna rivalidade entre Corinthians e Palmeiras

A história por detrás da eterna rivalidade entre o Corinthians e o Palmeiras teve início em 06 de maio de 1917.

Neste ano foi quando os rivais começaram a se enfrentar, dando início a uma das maiores rixas da história do futebol brasileiro.

Você não precisa ser nenhum expert em futebol para saber que torcedores palmeirenses torcem o nariz quando você diz que é corintiano e vice-versa.

Como surgiu a rivalidade

Por mais controverso que se possa parecer, no início, o Palmeiras e o Corinthians surgiram como times aliados.

Pois na época em que o esporte era dominado pela elite, eles eram os únicos times de São Paulo fundados pela classe operária.

Mas a aliança entre os times logo começou a ruir. Com os primeiros embates, começaram a surgir as provocações e espirito competitivo.

Em 1917 no primeiro jogo entre o time Palmeirense e o Corintiano, o Palmeiras venceu por 3 a 0.

A rivalidade teve início quando um torcedor do Palmeiras arremessou um osso no time do Corinthians em um restaurante durante o almoço.

O osso tinha um bilhete dizendo que o Corinthians era canja para o Palestra.

Em pouco tempo os times voltaram a se enfrentar, finalizando o jogo em 3 a 3. O que fez com que os corintianos devolvessem a piadinha do osso, dizendo que o osso era para a canja, mas não cozinhou por ser duro demais.

Assim surgia a eterna rivalidade entre Corinthians e Palmeiras, que certamente é o mais notável dos empates do Brasil.

No quesito de maior número de vitórias, o Palmeiras vence o Corinthians por 125 a 121.

O Palmeiras também vence em números de gol, com 511 contra 469 gols do Corinthians.

 

One thought on “A História por detrás da eterna rivalidade entre Corinthians e Palmeiras

Gostou do artigo, encontrou algum erro ou quer dar uma sugestão? Deixe seu comentário :)